212 720 140 | 939 430 940 infor@cparoquial-covapiedade.pt

Abertura formal do ano 2019-2020 da Cultura Aberta reúne amigos e utentes da Casa para concerto e exposição de artes plásticas

1

OUTUBRO, 2019

Cultura Aberta
Sénior
Casa Senhorial
Ano Letivo 2019-2020
Actividade

O cenário foi a Casa Senhorial da Ramalha… Os atores, alunos e monitores da Cultura Aberta… O objetivo, o primeiro encontro do ano 2019-2020 entre professores e alunos para um momento cultural.

A sessão de abertura da Cultura Aberta começou com as boas vindas da Vice Presidente do Centro Social Paroquial Padre Ricardo Gameiro, Ana Luísa Caixas que, para além de agradecer a presença de todos, realizou o enquadramento das iniciativas pensadas para a amena tarde de 1 de outubro de 2019.

Seguiu-se um mini concerto realizado por Carlos Martins que nos agraciou com uma primeira música do Anjo da Guarda. Na continuação, entoou vários temas, alguns conhecidos do público presente, a quem Carlos desafiou a acompanhar com voz e com pequenos instrumentos de precursão que foram anteriormente distribuídos. Entusiasmada, a plateia acompanhou o nosso artista transformando este momento, num concerto intimista ao circular por entre a plateia.

A palavra foi passada de seguida ao Padre Casimiro Henriques, diretor da Comissão Diocesana de Arte Sacra, que por conhecer de longa data José Teixeira, se sentiu à vontade para algumas metáforas sobre a arte por ele criada: “O que vamos ver é arte popular de um auto didata, que acaba por desenhar, acaba por transmitir as suas emoções e os seus sentimentos através de desenhos que depois começam a ganhar relevo, que começam a ganhar alguma importância.”

 “Histórias que mudam o mundo” uma exposição de… ArteS

O artista convidado para a primeira exposição a ser realizada no presente ano letivo na Casa Senhorial, construiu uma exposição (que vai estar patente durante todo o mês de outubro) onde, ao percorrermos o espaço podemos encontrar diferentes formas de expressão, que vão desde a escultura, à pintura, à arte plástica e até trabalhos realizados em conjunto com outros artistas.

A ideia de muitas das peças vem dos seus alunos, aqueles que, segundo José Teixeira, são “os que o ensinaram e muitas vezes inspiram”, visto que o nosso primeiro convidado é professor no Agrupamento Daniel Sampaio.

Todas as peças presentes contam uma História e foram construídas com base na própria história de José Teixeira: flores que vai recolhendo nos locais por onde passa, objetos de diferentes matérias e com determinadas formas que aparecem naturalmente na sua vida, imagens que o marcam e que abrem caminho a uma nova obra.

“Eu transformo temas em histórias” refere José Teixeira, que desta forma simples descreve aquela que é a sua arte… Tal expressão leva o Pe. Casimiro a descrever esta mostra como “uma exposição de emoções” a qual cada um dos visitantes deve ser capaz de, depois de a visitar, ler e redesenhar para a sua vida, levando consigo “as emoções que iremos sentir ao contemplar estas imagens”.

 

Histórias que mudam o mundo é “o resultado da provocação, da poesia e das histórias que o José soube desenvolver, desenhar e escupir” (Pe. Casimiro).

Após uma visita guiada pelo próprio artista, que explicou o processo criativo e a história atrás de cada peça, houve tempo para um pequeno lanche convivo, e para uma palavra final do Padre José Pinheiro, Presidente da Instituição, que traça esta exposição como “(…) o olhar da relação. Quando perdemos a relação estamos condenados a nós próprios. A arte é este abrir à relação e José Teixeira consegue-o muito bem, numa grande simplicidade”.

Segundo o Padre José, um dos propósitos que temos com estas iniciativas é que, ao desenvolvermos um ciclo de exposições na Cultura Aberta durante todo o ano de 2019-2020, leve-mos Jesus ao coração de todos através de aspetos tão simples como a amizade construída dia a dia nas atividades da Cultura Aberta assim como através da arte e da cultura.

Deseja receber as nossas notícias ainda antes de serem publicadas?

Subscreva a nossa Newsletter.

A Instituição

O Centro Social Paroquial Padre Ricardo Gameiro é uma IPSS de matriz católica. Nasceu há mais de 40 anos no seio da comunidade paroquial da Cova da Piedade, com o objectivo de responder às necessidades sociais existentes.

Newsletter

Siga-nos

Newsletter

Gostava de acompanhar as notícias, eventos ou saber mais sobre a Instituição?
Subscreva a nossa Newsletter e receba no seu email todas as novidades.

Subscrição aceite, bem-vindo!

Newsletter

Gostava de acompanhar as notícias, eventos ou saber mais sobre a Instituição?
Subscreva a nossa Newsletter e receba no seu email todas as novidades.

Subscrição aceite, bem-vindo!

Share This