212 720 140 | 939 430 940 infor@cparoquial-covapiedade.pt

Projeto CULTURABERTA uma forma de promover um tempo plenamente feliz

5

JULHO, 2018

Instituição
Sénior
Cultura
CulturAberta

No passado dia 29 de junho, alunos e professores despediram-se de mais um ano letivo na “Festa de Encerramento ”do nosso projeto da “CulturAberta”, onde todos tiveram a oportunidade de mostrar as suas atividades ao público através de atuações artísticas e da exposição de trabalhos realizados durante o ano. A festa decorreu na Residência Nossa Senhora da Esperança e permitiu igualmente o convívio com a comunidade.

Na iniciativa, o Presidente da Instituição, o Padre José Pinheiro, falou na importância e objetivos da “CulturAberta” em relação ao seu público-alvo, que consiste essencialmente em promover uma “cultura de vida saudável” e oferecer às pessoas reformadas a oportunidade de fazerem aquilo que realmente gostam e que durante a vida não foi possível “a saúde não se consegue apenas com os hospitais, a saúde consegue-se quando nós mantemos vivas as nossas relações” referiu o mesmo sobre a importância das relações humanas na qualidade de vida que se procura alcançar nesta etapa.

Todos os seres humanos envelhecem, mas será que todos envelhecem com qualidade?

A velhice começa, desde logo, por ter dificuldade em assumir-se como tal. Dizia um pensador do séc. XVIII, Jonathan Swift, que “toda a gente quer viver muito tempo, mas ninguém quer ficar velho”. O envelhecimento ativo deverá ser visto não apenas como uma opção, mas sobretudo como um estilo de vida a adotar de forma a envelhecer com mais qualidade de vida. Todos os seres humanos envelhecem, mas será que todos envelhecem com qualidade? É a pergunta que colocamos.

Na nossa Instituição, essa preocupação existe. O projeto “CulturAberta” surgiu como uma forma de ocupar o tempo daqueles que deixam de exercer a sua atividade profissional mas que continuam em idade ativa e com vontade de manterem-se “vivos” e úteis na sociedade.

A “CulturAberta” contempla um vasto leque de atividades intelectuais e físicas, das quais, os alunos podem usufruir nas mais diversas áreas: Alfabetização, Fotografia, Informática, História de Arte, Teatro, Inglês, Dança, Fado, Arraiolos, Técnicas de Desenho e Pintura, Ginástica, Arte Cerâmica, entre muitas outras disciplinas, que enriquecem de conhecimentos e experiências sociais os seus alunos.

“…toda a gente quer viver muito tempo, mas ninguém quer ficar velho…”

“Dar e receber” – uma partilha mútua de conhecimentos e afetos, entre alunos e professores

Este projeto mantém ativas, não só as competências físicas e intelectuais, mas também a interação social presente no convívio com os outros “são momentos muito bons de partilha de conhecimentos, de ideias, de risos…” carateriza a professora de História de Arte, Ana Nobre, acerca das aulas lecionadas que levam a estabelecer relações de amizade e “partilhas extraordinárias”.

Alguns alunos encontraram na “CulturAberta” uma forma de “fugirem” à rotina que a vida profissional obrigava, sendo uma ocupação que serve como um “escape” como confessou o aluno José Gorgulho que frequenta as aulas de Pintura e Cerâmica desde o início do projeto.

Para muitos alunos esta é uma forma de concretizarem sonhos e de abrirem “horizontes diferentes daqueles que tiveram durante a vida toda” realçou a professora de Arte Cerâmica e Pintura de Azulejo, Felicidade Vieira, que acredita na “CulturAberta” como uma boa forma de ocupação, tanto para os alunos, como para os professores, na descoberta de novos interesses e de novas áreas.

“Mente sã, em corpo são” esta é uma filosofia também importante e presente, sobretudo, nas aulas de Dança e Ginástica dadas pelo professor Francisco Balsinha “aqui encontram mais um motivo para viver, para conviver… e para cultivar o próprio corpo, é isso que fazemos” afirma o mesmo sobre as atividades.

Aprender mais é um dos objetivos importantes mas para estes alunos e professores a “CulturAberta” torna-se mais que isso, ultrapassa a barreira das aprendizagens e traz com ela o convívio e a partilha de afetos nas relações de amizade estabelecidas “as pessoas sentem que aqui ganham também, não só na aprendizagem… mas o estar com os outros, o partilhar, o convívio, receber e dar afetos é fundamental” realçou Vítor Fernandes, professor de Fotografia.

Foi assim com alegria, talento e amizade que alunos e professores despediram-se de mais um ano letivo. A “CulturAberta” regressa a partir de 1 de outubro com um programa repleto de novas e diversas atividades, inscreva-se e junte-se também a esta família na concretização de sonhos e na procura de ocupações que façam do seu tempo, um tempo plenamente feliz.

Deseja receber as nossas notícias ainda antes de serem publicadas?

Subscreva a nossa Newsletter.

A Instituição

O Centro Social Paroquial Padre Ricardo Gameiro é uma IPSS de matriz católica. Nasceu há mais de 40 anos no seio da comunidade paroquial da Cova da Piedade, com o objectivo de responder às necessidades sociais existentes.

Newsletter

Siga-nos

Newsletter

Gostava de acompanhar as notícias, eventos ou saber mais sobre a Instituição?
Subscreva a nossa Newsletter e receba no seu email todas as novidades.

Subscrição aceite, bem-vindo!

Newsletter

Gostava de acompanhar as notícias, eventos ou saber mais sobre a Instituição?
Subscreva a nossa Newsletter e receba no seu email todas as novidades.

Subscrição aceite, bem-vindo!

Share This