212 720 140 | 939 430 940 infor@cparoquial-covapiedade.pt

Ser criança no Centro Social Paroquial Padre Ricardo Gameiro … a melhor fase da vida merece o melhor!

6

JUNHO, 2019

Infância
Instituição

Ser criança é acreditar que tudo é possível.

É ser inesquecivelmente feliz com muito pouco.

É tornar-se gigante diante de gigantescos pequenos obstáculos.

Ser criança é fazer amigos antes de saber o nome deles.

É conseguir perdoar mais facilmente do que brigar.

Ser criança é ter o dia mais feliz da vida, todos os dias.

Ser criança é o que ninguém deveria deixar de ser.

Gilberto dos Reis

Crescer, aprender e viver…  Viver o presente, experiências, descobertas… É este o dia-a-dia que deveria ser oferecido a todas as crianças e é sobre esta premissa que pautamos a nossa ação diária nas respostas sociais de Infância. É pelos pequenos gestos mas também na procura da qualidade do serviço em prol da criança que assentamos o nosso trabalho:

É no acolher diariamente com um sorriso e um abraço; é no permitir que durante o seu dia, no tempo que passam com as nossas equipas, sejam livres na sua criatividade; é promover que sejam responsáveis para com as tarefas que lhes forem atribuídas; é aceitar que possam rir abertamente e chorar quando precisem de o fazer; que façam as suas traquinices diárias, mas que aprendam com elas; que experimentem o mundo e seus recursos sem medo de se sujar; que possam questionar os adultos de forma livre e sem tabus, tantas vezes e de tantas formas quanto as necessárias para verem a sua curiosidade saciada; é permitir que sejam crianças segundo a sua idade e maturidade individual.

No fundo, a nossa função é acompanhá-los e ajudar a que vivam intensamente e num ambiente salutar.

Este ano, quisemos saber qual a opinião das famílias relativamente à frequência das suas crianças na nossa Instituição e entrevistámos alguns pais nos diferentes Equipamentos. A questão colocada “O que é ser criança no Centro Social Paroquial Padre Ricardo Gameiro” foi respondida por todos sem grande hesitação! A frase mais ouvida foi “É ser-se feliz”.

Algumas famílias desenvolveram a sua resposta, como o pai Ricardo Almeida do Centro Comunitário Cova da Piedade/Laranjeiro que equiparou a questão da felicidade a outra componente à qual damos bastante importância “É ser membro de uma família… Ter muitos amigos!”. 

Já Stefani Figueiredo, do Centro Comunitário Renascer, falou-nos sobre “Quanto mais tempo a criança puder viver na sua ilusão mágica, mais feliz e agradável será a infância”, o que conduz a outra dimensão que procuramos valorizar… O jogo de faz de conta, a promoção do livro e da leitura são alguns exemplos práticos que levamos a cabo diariamente!

Pela importância que os pequenos utentes têm na nossa Instituição celebramos efusivamente a 1 de junho o Dia da Criança, sempre com atividades diversas. Apesar de ser um dia comemorado à volta do mundo em diferentes datas, é reconhecido por todos os países como o momento de homenagear as crianças. Assinalou-se pela primeira vez em 1950 por iniciativa das Nações Unidas, com o objetivo de chamar à atenção para os problemas que os menores enfrentavam.

Este ano, nos nossos quatro Equipamentos as atividades foram diversas.

O Bairro foi o primeiro a dinamizar as atividades do dia da criança a 31 maio: as salas de pré-escolar assistiram a uma peça de teatro no Fórum Municipal Romeu Correia “Histórias de uma criança e de um pinguim”, na Nossa Creche as ajudantes de ação educativa dinamizaram a peça “A Carochinha e o João Ratão” e o Berço assistiu a uma projeção do Sapo Apaixonado.

Já no dia 3, o almoço foi servido no exterior e no período da tarde realizada a atividade “Bairro em festa”, com a troca de brinquedos usados.

No Centro Comunitário as celebrações começaram também na sexta com a ida das salas de pré-escolar a um parque de insufláveis. Já na segunda feira, a entrada para a “Festa da criança” (como lhe chamaram) fazia-se por um majestoso arco de balões. No fim, as crianças encontravam um fantástico mundo de brincadeiras, onde conforme os seus interesses e capacidades individuais, podiam participar em vários atelieres: pintura de pés (em cenário vertical), bolas sabão, massa de cores, tapete de sensações, pinturas faciais, jogo do galo humano e ainda um insuflável!

Com a colaboração das famílias, todas as crianças trajaram uma t-shirt do dia da criança, onde se podia ler um dos seus principais direitos:  “Todas as crianças têm direito à educação”.

A 3 de junho, o Pré-Escolar do Centro Comunitário Renascer rumou até à Lourinhã para visitar o Dino Parque e comemorar o dia da criança. As crianças divertiram-se muito e participaram em atividades de escavação e pintura de dinossauros. Fizeram um agradável pic-nic e visita pedestre a todo o parque onde puderam ver muitos dinossauros, uns assustadores outros bem fofinhos. A creche assistiu à peça “Uma história no fundo do Mar” do teatro ECOS. As crianças adoraram e puderam nadar ao som do apito e ver espécies marinhas. Viveram uma manhã mágica e cheia de fantasia e cor. Foi ainda construído um mural bastante emblemático com os sorrisos de todas as crianças daquele espaço.

Na Creche e Jardim de Infância da Ramalha, a manhã de dia 3 foi repleta de atividades… Um teatro de fantoches para a creche assim como gincanas, pinturas coletivas, pinturas faciais, modelagem de balões e bolas de espuma gigantes foram algumas das atividades propostas pela equipa para todos. Mas na verdade, o ex-libris do dia foi o insuflável e a piscina de bolas, montados no exterior.

Estas dinamizações são passíveis de serem realizadas pelo trabalho em conjunto com as famílias, que apoiam a orientação pedagógica da nossa Instituição, a qual possibilita ensinar às crianças que o tempo tem “o seu tempo” e que ao respeitá-lo, deixando que a criança aprenda a brincar, promovemos que cada uma venha a ser um adulto mais capaz e livre de espirito … O amanhã é sempre um “dia de oportunidades”.

Deseja receber as nossas notícias ainda antes de serem publicadas?

Subscreva a nossa Newsletter.

A Instituição

O Centro Social Paroquial Padre Ricardo Gameiro é uma IPSS de matriz católica. Nasceu há mais de 40 anos no seio da comunidade paroquial da Cova da Piedade, com o objectivo de responder às necessidades sociais existentes.

Newsletter

Siga-nos

Newsletter

Gostava de acompanhar as notícias, eventos ou saber mais sobre a Instituição?
Subscreva a nossa Newsletter e receba no seu email todas as novidades.

Subscrição aceite, bem-vindo!

Newsletter

Gostava de acompanhar as notícias, eventos ou saber mais sobre a Instituição?
Subscreva a nossa Newsletter e receba no seu email todas as novidades.

Subscrição aceite, bem-vindo!

Share This